Tudo sobre o Programa Casa Verde e Amarela

Projeto de habitação que visa substituir o Minha Casa Minha Vida!

Programa Casa Verde e Amarela – Um novo formato para solucionar problemas habitacionais. O que você sabe sobre esse programa? Leia mais!

Advertisement

É cada vez mais importante e necessário conseguir uma casa própria, especialmente com sucessivas crises financeiras pelas quais estamos passando.

Por essa razão, é sempre bom quando aparecem oportunidades de conseguir um imóvel que seja só seu, como é o Casa Verde e Amarela.

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar desse programa habitacional do Governo Federal, mas, não saiba muitos detalhes.

E talvez já tenha escutado a respeito, mas, tem dúvidas.

Advertisement

A seguir, você terá um guia completo sobre o financiamento Casa Verde e Amarela, com tudo o que precisa saber para se inscrever nele.

Vamos lá! Continue a ler este texto, no seguintes tópicos:

O que é o Programa Casa Verde e Amarela

Afinal, como funciona esse programa?

Primeiramente, vamos ao seu conceito. Trata-se de um projeto de habitação que visa substituir outro programa, que é o Minha Casa Minha Vida.

A intenção é que as taxas de juros desse novo programa sejam mais baixas do que o anterior.

Advertisement

Em síntese, a previsão é de que o atual programa ajude, pelo menos, 1 milhão de pessoas a financiar seu imóvel próprio.”

Mas qual a diferença entre o Casa Verde e Amarela e os demais programas do tipo?

Entre as diferenças que o atual programa pretende trazer está o fato de ele dividir o seu público-alvo em três grupos distintos.

Esses grupos terão diferenciações de acordo com as regiões também. Basicamente os grupos ficaram divididos da seguinte forma:

Juros para Sul, Sudeste e Centro-Oeste

  • Grupo 1: 5% a 5,25% (não cotista do FGTS) e 4,5% a 4,75% (cotista do FGTS)
  • Grupo 2: 5,5% a 7% (não cotista do FGTS) e 5% a 6,5% (cotista do FGTS)
  • Grupo 3: 8,16% (não cotista do FGTS) e 7,66% (cotista do FGTS)

Juros para Norte e Nordeste

  • Grupo 1: 4,75% a 5% (não cotista do FGTS) e 4,5% a 4,5% (cotista do FGTS)
  • Grupo 2: 5,25% a 7% (não cotista do FGTS) e 4,75% a 6,5% (cotista do FGTS)
  • Grupo 3: 8,16% (não cotista do FGTS) e 7,66% (cotista do FGTS)

Três importantes benefícios do Casa Verde Amarela

Fora essa divisão em grupos, o programa Casa Verde e Amarela também prevê outros benefícios!

Entre as principais vantagens está, por exemplo, a regularização fundiária.

No entanto, temos que mencionar ainda o retorno de obras paradas e até mesmo reformas em imóveis que já sejam dos beneficiários.

Ou seja, trata-se de um programa que aprimora financiamentos anteriores, pegando certas características deles para oferecer algo novo.

Quais as vantagens do financiamento Casa Verde e Amarela?

Entre outras coisas, o programa pretende trazer algumas vantagens adicionais para incentivar as pessoas a se inscreverem e poderem ter o seu imóvel próprio.

A primeira dessas vantagens é que esse programa atua em algumas modalidades, como a melhoria e a produção habitacional financiada.

Isso possibilitará resolver problemas, como residências construídas em áreas sem estrutura e a falta de escrituras, com imóveis sendo regulamentados pelo programa.

Além disso, a intenção é oferecer as melhores taxas de juros do FGTS.

Inclusive, beneficiários de regiões como o Norte e o Nordeste terão taxas ainda mais baixas.

Isso porque o programa também levará em consideração regiões com menor Índice de Desenvolvimento Humano (o IDH).

Para a região Norte e Nordeste juros mais baixos

Lembrando que, as taxas de juros prometidas poderão chegar a 4,25% ao ano (nas regiões Norte e Nordeste) e 4,5% anuais para as demais regiões.

Há também a questão da geração de postos de trabalho, especialmente, na área da construção civil.

A estimativa é de abrirem milhares desses postos até 2024, por exemplo.

Por fim, podemos citar a possibilidade de negociação e regularização de dívidas das famílias que pertencem à faixa 1 do antigo Minha Casa, Minha Vida.

Assim, de acordo com o Decreto nº 10.600 do Diário Oficial da União (DOU) em janeiro de 2021, uma família poderá ter acesso a até R$ 140 mil para ter seu imóvel próprio.

Quem se beneficia do Programa Casa Verde Amarela?

A proposta apresentada pelo governo é que os beneficiários desse programa, sejam justamente aquelas famílias que tenham uma renda mensal de até R$ 7 mil ou uma anual de até R$ 84 mil.

Assim, como acontecerá com as taxas de juros, os grupos de quem irá receber os benefícios do programa também serão subdivididos. Portanto, ficará assim:

  • Grupo 1: famílias com renda de até R$ 2 mil
  • Grupo 2: famílias com renda entre R$ 2 e R$ 4 mil
  • Grupo 3: famílias com renda entre R$ 4 mil e R$ 7 mil

Ou seja, pelas estimativas feitas até o momento, até o ano de 2024, pelo menos, o número de famílias atingidas por esse programa será de mais de 1,5 milhão.

Perguntas frequentes sobre o programa Casa Verde e Amarela

De que maneira esse subsídio é calculado?

O teto que o subsídio pode chegar está atrelado diretamente à cidade onde a família reside e sua faixa de renda.

Ou seja, o importante é saber qual o valor máximo oferecido em sua cidade para financiar um imóvel através do programa.

Qual o valor máximo das parcelas?

O valor das parcelas também dependerá dos mesmos parâmetros que o cálculo do subsídio, ou seja, região onde a família mora e faixa de renda.

É possível usar o FGTS na compra do imóvel?

Sim, pois, o programa permite a utilização do sendo desse fundo de garantia.

Para maiores informações, acesse o site da Caixa na área destinada ao programa Casa Verde e Amarela.

Enfim, vimos aqui o que é o Programa Casa Verde Amarela, vimos também quem será beneficiado e quais os critérios para participar.

Saiba tudo sobre Habitação, veja aqui.

Esse conteúdo lhe ajudou? Então, lembre-se de compartilhar na sua rede social preferida!

Veja também

Esse site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade